sábado, 27 de fevereiro de 2010

Solidão...



Outro dia, em mais um dia solitário
saio vagando pelas ruas
questionando a solidão...
E ao cruzar pelos casais,
os pares se abraçando,
se beijando, se amando,
e eu algemado à solidão...
Fico procurando nas canções
tudo aquilo que perdi
ao chorar a ausência de um sorriso
que sempre parte com quem vai....
Mas, sempre que um par de olhos qualquer
tenta me prender nas suas teias,
me amarrar na sua emoção
é quando a fera se apresenta
e grito para o mundo inteiro saber
que não importa o tamanho da solidão
não tem valor nenhum valor essa ausência
já tem dona o meu coração!!!....

27/02/2010 – 17h49

Nenhum comentário:

Postar um comentário